CONTROLE DE ACESSO NÃO FUNCIONA SOZINHO



Ter que descer até a portaria para pegar alguma encomenda, informar sempre quais visitantes está levando para o apartamento ou para as áreas internas, registrar no controle de acesso do condomínio familiares e namorado (a), não compartilhar senhas e tags para outras pessoas entrarem nas áreas internas etc. Se por um lado a lista de cuidados que os moradores devem ter em relação ao controle de acesso no condomínio parece irritante, por outro, ela é um ferramenta e tanto para ajudar a manter a segurança de todos. E síndicos que abrem mão disso estão correndo sério perigo.


Com o aumento da violência nas cidades juntamente acompanhado da criatividade e ousadia de criminosos, os condomínios tiveram que adotar o controle de acesso como meio de preservar a segurança e patrimônio de seus moradores. Para se ter uma ideia, há alguns anos, os edifícios/condomínios não tinham guarita e nem gradil, o que permitia ao visitante entrar por uma porta de vidro que normalmente permanecia aberta e, depois, se encontrava com um porteiro que ficava atrás de uma escrivaninha. Neste cenário, entra o papel do síndico que, dentre suas diversas tarefas, se encontra a de tratar da segurança do condomínio, seja residencial ou comercial. Entretanto, a rigidez no controle de acesso ao condomínio causa certos desconfortos já que, na maioria das situações, os moradores não concordam com a espera na identificação e demais procedimentos para entrada em áreas internas, garagens, portões etc. E aí surge um dilema:


Como realizar o perfeito controle de acesso no condomínio sem constranger ou irritar os moradores e visitantes?

Por isso, trazemos nesta matéria algumas dicas importantes, que, com certeza, ajudarão o síndico a intensificar o controle e evitar aborrecimentos.

Esqueça a comodidade para privilegiar a segurança

O primeiro passo é fazer as pessoas entenderem que o sistema de controle de acesso visa a proteção e segurança de todos. As pessoas desejam proteção e reivindicam um eficiente sistema de segurança, mas muitas vezes preferem a comodidade de ter acesso liberado mais facilmente a privilegiar esta proteção. Muito provavelmente um morador ficaria irritado e iria procurar seus direitos se fosse assaltado dentro do condomínio porque o porteiro novato acabou deixando um assaltante entrar passando-se por morador e implicando com o rigoroso controle de acesso.

© 2019 by Space Intelligent

  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube - Black Circle